• Redação

"Não crie nunca confusão desnecessária para você", diz o bilhete do irmão de Izadora Mourão

O Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) divulgou um bilhete escrito pelo jornalista e bacharel em direito João Paulo Mourão para a irmã, a advogada Izadora Mourão, morta a facadas no último sábado (13), dentro da sua residência na cidade de Pedro II. Em seu depoimento para Polícia Civil, o jornalista assumiu que escreveu o bilhete para a irmã.





No bilhete, João Paulo ameaça a irmã e diz para ela nunca mais mexer nas suas coisas, dando a entender que existia um problema na relação dos dois.


"Izadora, não mexa nunca mais nas minhas coisas sem a minha permissão e nem crie nenhuma confusão envolvendo meu nome e o da nossa mãe. Cuide das suas coisas, da sua vida e não crie nunca confusão desnecessária para você, nem para nós. Pare de criar confusão e se prejudicar. Cuide-se, esqueça a vida alheia, cuide bem dos seus filhos, procure organizar-se em sua vida. Lembre-se que temos uma mãe já de idade e um irmão especial para cuidarmos.


Att: João Paulo Mourão,


P/Izadora, leia e reflita”



João Paulo foi preso na tarde da última segunda-feira, 15 de fevereiro, como assassino da irmã. Segundo o coordenador da DHPP, delegado Baretta, a Polícia Civil não tem dúvidas da autoria de João Paulo no crime.




0 comentário