• Liana Aragão

Lucy Soares depõe no DHPP sobre a morte do ex-prefeito Firmino Filho

A deputada estadual, Lucy Soares, prestou depoimento na sede do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), em Teresina, na última sexta-feira (08), sobre o caso da morte do ex-prefeito Firmino Filho.

O delegado Divanilson Sena, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), ouviu sete pessoas para esclarecer a morte do ex-prefeito de Teresina, Firmino Filho.


O ex-prefeito foi encontrado morto na última terça-feira (6) em frente ao edifício Manhattan River Center, na zona Leste de Teresina, local que funciona o Tribunal de Contas da União (TCU). Firmino era auditor fiscal do TCU e voltou ao trabalho no mês de fevereiro.

Entre as pessoas ouvidos está Bárbara Carvalho, filha mais velha do ex-gestor e responsável pelo reconhecimento do corpo ainda no local. Prestaram depoimentos também uma auditora fiscal e o funcionário de serviço gerais que chegou a falar com Firmino Filho antes dele ser encontrado morto.


As câmeras internas e externas também vão ajudar na dinâmica da queda. Duas imagens mostram Firmino Filho em um prédio da zona Leste de Teresina. O DHPP deve concluir o inquérito policial em 30 dias. O prazo mínimo para a conclusão da perícia é de dez dias.




1 comentário