• Redação

Hugo Napoleão é eleito membro da Academia Brasiliense de Letras

O ex-governador do Piauí, Hugo Napoleão, foi eleito membro da Academia Brasiliense de Letras, nesta sexta-feira (24), na capital federal.


No mesmo ano que publicou seu primeiro livro “Fatos da História do Piauí”, em 1974, foi também eleito para o primeiro cargo político. Deputado federal e escritor aos 31 anos. Advogado desde os 23 anos, tornou-se muito jovem com grandes juristas brasileiros. Foi advogado do ex-presidente Juscelino Kubitschek no momento mais delicado da vida de JK. O convívio do velho político com o jovem advogado virou um livro, o mais recente escrito por Hugo Napoleão: “Eu Fui Advogado de JK”.


Ex-mininistro de Estado da Educação, da Cultura e das Comunicações, além de governador do Piauí por dois mandatos e Senador da República.


Imortal da Academia Piauiense de Letras, Hugo Napoleão passa agora para o seleto grupo da Academia Brasiliense de Letras, que foi fundada em 8 de março de 1968, composta de 40 membros efetivos e perpétuos, escolhidos entre escritores brasileiros de projeção nacional.



Biografia de Hugo Napoleão


Hugo Napoleão do Rego Neto é um advogado e político brasileiro. Nasceu em Portland, EUA, em 31 de outubro de 1943. Filho do piauiense e embaixador de carreira Aluísio Napoleão de Freitas Rego.

Advogado formado pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro em 1967. No mesmo ano iniciou sua carreira profissional com um estágio na Procuradoria-geral de Justiça da Guanabara passando depois à condição de assessor jurídico do Banco Denasa de Investimentos S/A (1968) e a membro do Escritório de Advocacia Nunes Leal (1971) interrompendo sua trajetória profissional em razão de seu ingresso na política.

Hugo Napoleãoi foi duas vezes senador, três vezes deputado federal, três vezes ministro de estado e por dois mandatos alternados foi governador do Piauí. Atualmente é filiado ao PSD e pertence à Academia Piauiense de Letras (APL).

0 comentário