• Redação

Fim da greve dos motoristas e cobradores de ônibus em Teresina


Após 36 dias de protestos dos motoristas e cobradores dos transportes públicos de Teresina, o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários do Piauí (SINTETRO-PI), decidiu aceitar a proposta de conciliação com os representantes do Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina (SETUT). A reunião aconteceu nesta segunda-feira (15) e foi mediada pelo Tribunal Regional do Trabalho da 22ª Região.

Entre as novas propostas acordadas durante a reunião estão o retorno imediato dos motoristas e cobradores, suspensão do movimento grevista por 90 dias e o pagamento do salário relativo ao mês de janeiro e reunião com o Ministério Público do Trabalho como mediador, para negociar em uma próxima convenção, apresentando todas as planilhas de custo para viabilizar um acordo. Marcelino Lopes, vice-presidente do SETUT, diz que o entendimento entre as partes encerra a greve na capital, ressaltando o esforço do setor empresarial para o funcionamento pleno do sistema de transporte.

“Agradecemos pela intervenção do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) para com as negociações entre empresas e o Sintetro, a fim de que a greve fosse interrompida, e nos comprometemos a cumprir o acordo aceito pela entidade. Reiteramos que o SETUT sempre esteve em busca, prioritariamente, da manutenção dos postos de trabalho e, consequentemente, na sobrevivência do sistema. E que seguirá mantendo efetivamente a prestação de serviços para sociedade teresinense”, disse o vice-presidente.



0 comentário