• Liana Aragão

Covid: Faltam leitos, equipamentos, insumos e profissionais nas UTIs dos hospitais do estado


A Sociedade de Terapia Intensiva do Piauí (SOTIPI), faz um alerta sobre o aumento de demandas por leitos de UTI para pacientes graves, tanto da rede pública como privada, e diz que chegou que os hospitais do estado chegaram a níveis impossíveis de pacientes com o coronavírus serem atendidos.




“Faltam leitos, equipamentos, profissionais e insumos. Já temos relatos de hospitais com falta de analgésicos e sedativos e com o risco real de faltar outros insumos essenciais tais como Oxigênio”, diz o presidente da SOTIPI, Irapuan Damásio de Sousa.


Segundo o comunicado, os pacientes graves com Covid-19 apresentam disfunções orgânicas múltiplas de forma simultânea e exigindo cuidados especializados. A mortalidade destes casos em leitos emergenciais é estarrecedora e chega a 80%.


“É de extrema importância esclarecer que mesmo o acréscimo de leitos, equipamentos e insumos, sem que se tenha equipes capacitadas para o atendimento destes pacientes, não será capaz de diminuir a mortalidade. Infelizmente, não temos mais profissionais e não temos como formar intensivistas de forma emergencial. Também não podemos esperar vacinação eficaz em pouco tempo”, diz.


A nota ainda reforça que a população tenha consciência, responsabilidade e que os gestores públicos tenham a coragem necessária para as ações emergenciais essenciais para o controle da crise sanitária instalada em nosso estado.

0 comentário