• Redação

Copa América: Flamengo vence o Cuiabá por 2 a 0

Em um roteiro parecido com partidas recentes, o Flamengo venceu o Cuiabá por 2 a 0 na noite desta quinta-feira, mas esteve longe de convencer. O principal motivo de preocupação é a bipolaridade de um time que esboça uma goleada no primeiro tempo e, ao mesmo tempo, acaba sofrendo até o minuto final, sem conseguir manter 90 minutos consistentes.


Mesmo com desfalques importantes em função da Copa América, o Flamengo segue impondo respeito à grande maioria dos adversários no futebol brasileiro. Com um estilo de jogo propositivo, a equipe costuma enfrentar rivais com linhas baixas de marcação e não tem dificuldades de manter um amplo domínio no início das partidas.





Contra o Cuiabá não foi diferente: o Flamengo teve o controle da posse de bola no primeiro tempo com bom volume de jogo e pouco foi ameaçado na parte defensiva. A grande superioridade, no entanto, não foi refletida no placar, que foi apenas alterado com o gol de Pedro, aos 10 minutos de jogo.


Se a equipe conseguisse manter o mesmo nível de atuação após o intervalo, é possível imaginar que os gols sairiam naturalmente pela qualidade dos jogadores rubro-negros e a vitória seria tranquila. Mas, assim como nas partidas contra o Fortaleza e o RB Bragantino, não foi o que aconteceu.


Diante da mudança de postura do adversário, que passou a se arriscar mais ao ataque, o Flamengo não conseguiu se adaptar e perdeu o domínio das ações. Em um jogo mais frenético e com mais trocas de posse, o Rubro-Negro esteve longe de ser dominado, mas novamente apresentou queda de rendimento e passou por momentos de sufoco. A tranquilidade só voltou já nos acréscimos, quando Thiago Maia marcou o segundo gol e decretou a vitória.


Pelo lado positivo, o Flamengo venceu fora de casa, chegou aos 12 pontos e entrou no G-6 do Brasileirão, mesmo com dois jogos atrasados. Essa grande oscilação durante os 90 minutos, no entanto, precisa ser corrigida para o time que planeja brigar por todos os títulos na temporada. A volta dos selecionáveis, nas próximas semanas, é vista como fator de esperança por jogos mais consistentes.


A equipe rubro-negra se reapresenta no Ninho do Urubu na tarde desta sexta-feira e inicia a preparação para o clássico contra o Fluminense, que será disputado no domingo, às 16h (de Brasília), na Neo Química Arena.



Com informações Terra


0 comentário