A União não pode dar calote no estado do Piauí”, diz Wellington Dias


O governador Wellington Dias (PT), criticou o veto de emenda na Medida Provisória da Eletrobrás, na Câmara Federal sobre proposta que previa indenização no valor R$ 260,4 milhões ao governo do Piauí pela privatização da distribuidora de energia Cepisa, em 2018.


“Agora, vamos acompanhar uma ação que já estava no Supremo. Nosso objetivo é que agora no segundo semestre termos a definição nos cálculos. Essa decisão é um direito do povo do Piauí, não é de governo. É patrimônio do povo e ele tem direito. A União não pode dar calote no estado do Piauí”, pontuou.


O relator da medida provisória, o deputado Elmar Nascimento (DEM-BA), afirmou que para aprovar a MP na Câmara, teve que retirar a indenização do Piauí e abertura do mercado livre de energia. “O governo não reconhece esta dívida com a Cepisa, tudo ainda esta sendo decidido na justiça, e o governo pediu que retirasse”, justificou.






0 comentário